10 dicas para escolher a franquia ideal e fazer acontecer

Em um cenário de constantes mudanças, é necessário também analisar quais produtos e serviços serão mais relevantes antes de escolher a melhor franquia dentro do que você procura. Separamos 10 dicas para escolher a franquia ideal e fazer acontecer. Além disso, batemos um papo com Bruno Semenzato, Diretor Geral na SMZTO, que compartilhou alguns insights essenciais neste momento de escolha.

Originalmente publicada em:

https://www.portaldofranchising.com.br/artigos-sobre-franchising/escolher-a-franquia-ideal/

10 dicas para escolher a franquia ideal e fazer acontecer

É necessário ter cuidados para escolher a franquia ideal. E esses cuidados começam antes de escolher e abrir o negócio.

O risco diminui muito quando você se questiona e faz uma escolha assertiva alinhada as suas expectativas, tanto de investimento e lucratividade quanto ao perfil e habilidades.

O Franchising se consolida anualmente e desperta um forte desejo em quem quer empreender, isso porque o modelo une o sonho de ter o negócio próprio à oportunidade de atuar com uma marca consolidada, reconhecida ou com potencial de desenvolvimento.

Para esse negócio não se transformar em um pesadelo, vamos dar dicas para você escolher a Franquia Ideal.

1 – ANÁLISE PESSOAL

Se questione, faça uma avaliação consciente: o que você gosta de fazer?

Quais são os seus sonhos?

O quanto você está disposto a se dedicar em tempo e dinheiro para esse novo negócio?

Está preparado para seguir normas e padrões estipulados pelo Franqueador?

2 – MERCADO DE ATUAÇÃO

Quais são os negócios que poderão ter sucesso na região que você pretende atuar?

E o poder aquisitivo das pessoas que trabalham na região?

3 – POSSIBILIDADES

Qual a sua disponibilidade de investimento?

Você está disposto a operar o negócio sem ter nenhuma retirada nos primeiros meses?

Analise os risco e o prazo de retorno do investimento.

4 – OPORTUNIDADES

Investigue bastante, pesquise em sites, redes sociais, guias, participe de feiras e eventos.

Agora é o momento de pesquisar o mercado com profundidade.

5 – FRANQUEADOR

Busque informações sobre o franqueador e a credibilidade da marca que você deseja operar.

Pergunte quais os suportes que a franqueadora oferece aos franqueados.

6 – FRANQUEADOS

Aqui existe uma grande oportunidade de você visitar e conversar com alguns franqueados da rede.

Questione, eles poderão colaborar com informações relevantes do dia a dia do negócio.

7 – CIRCULAR DE OFERTA DE FRANQUIAS

A COF é o documento descrito na Lei 8.955.

Você deverá receber no final do Processo de Seleção e perante a lei, terá 10 dias antes de efetuar qualquer pagamento para analisar e esclarecer as dúvidas.

Na COF você irá encontrar as informações quanto a Marca, ao investimento, responsabilidades, mix de produtos ou serviços, taxas entre outros.

8 – CONTRATO

Estude a Minuta do Contrato com muita cautela.

Encaminhe para um advogado especializado em franchising para auxiliá-lo.

Importante você ter clareza do papel e obrigação das partes: franqueado e franqueador.

9 – DECISÕES

Respire, investigue, pense bastante antes de investir dinheiro, dedicação e tempo no seu novo negócio.

10 – TENHA CERTEZA DO PAPEL DAS PARTES

Você terá que seguir as regras e os padrões estipulados pela Franqueadora, nunca se esqueça disso!

Sempre existirão oportunidades de investimentos no setor do Franchising, mas busque aquela que se encaixa no seu perfil e nas expectativas de retirada.

Não pule etapas, siga os passos para escolher a Franquia Ideal para você gerir com vontade aumentando as chances de sucesso.

Bruno Semenzato, diretor geral da SMZTO contribui com a matéria

Todas as dicas listadas neste texto da ABF são muito valiosas. Porém, gostaria de contribuir trazendo uma perspectiva um pouco diferente.

POSTURA IDEAL

Nós, aqui na SMZTO, acreditamos muito em postura ideal. Temos franqueados em nosso grupo com todos os tipos de perfil, formados nos mais variados campos, envolvidos no negócio das mais variadas formas, que apresentam as mais variadas condições financeiras e que investem nos mais variados setores.

Assumindo que o negócio em discussão é um negócio com histórico de sucesso financeiro comprovado, com um modelo de negócios validado, o que realmente faz a diferença é ter uma postura de alta performance – tanto do franqueado quanto da franqueadora. De nada adianta uma veterinária investir em uma franquia pet, tendo todo o conhecimento técnico do mundo, se ela não tiver um mindset de alta performance. Da mesma forma, não adianta uma franqueadora selecionar o tão falado “perfil ideal” se ela não contribuir para o desenvolvimento do franqueado de alta performance.

O que mais vemos no setor de franquias é uma relação distante entre franqueador e franqueado, onde um vive culpando o outro pelo seu insucesso. O franqueador diz ter selecionado o perfil errado, enquanto o franqueado diz que o franqueador não dá o devido suporte. Também vemos muito o que chamamos de mentalidade de “dono rico e empresa pobre” – onde o dono retira todo o lucro da empresa para viver uma vida de rei, enquanto sua empresa está sem caixa deixando de crescer e se desenvolver muito mais. Mas pouco ainda se fala sobre o caminho da colaboração de ambas as partes em busca da alta performance.

O franqueado está pensando em um plano de crescimento de longo prazo? Ele está almejando se transformar em um grande empresário ao montar a sua primeira franquia? Ele está sonhando em se destacar naquela atividade assim como seus colegas fazem em suas profissões executivas, na medicina, na advocacia? Ele trabalha buscando se tornar um grande empreendedor um dia? Ele está reinvestindo com frequência?

O franqueador está pensando em um plano de crescimento de longo prazo para cada novo franqueado que entra em sua rede? Ele está buscando ajudar o franqueado a se desenvolver para alcançar a alta performance? Ele está se desenvolvendo constantemente para conseguir atender as demandas de franqueados maiores e mais sofisticados que crescem rápido? Ele está ouvindo seus franqueados e entendendo suas dores? Ele está reinvestindo na empresa, em pessoas?

Para competir com as melhores empresas do mercado é preciso reinvestir, atrair e reter talentos e buscar sempre a mentalidade de alta performance – seja você um franqueado ou um franqueador.  

Mas o que é uma mentalidade de alta performance?

  • Trabalhar com um planejamento e perspectiva de longo prazo
  • Reinvestir no negócio e ter uma mentalidade de crescimento
  • Profissionalizar a empresa
  • Formar uma equipe de pessoas melhores que você
  • Buscar sempre o desenvolvimento

Confira também: APRENDIZADOS DE UM LÍDER DURANTE UMA CRISE SEM PRECEDENTES.