Não tenha medo de investir em você

Três mães empreendedoras compartilham a rotina, os desafios e as delícias da vida e jornada materna sendo franqueadas.

Dra. Maryane Ribeirete, 33 anos, franqueada Oral Sin há 7 anos.

O que significa ser mãe para você?

Fabiane: Ser mãe é o maior e melhor desafio que imaginei viver um dia.

Saber que nossos atos irão servir de exemplo para nossos filhos é uma missão que me faz querer ser todos os dias um ser humano melhor.

Kellin: Ser mãe é um presente divino, é ter uma capacidade para amar sem limites, buscando sempre ser fortaleza e superação, dando o melhor de mim todos os dias.

Maryane: Ser mãe é dedicar todo carinho e amor de forma incondicional, e acordar todos os dias buscando fazer o melhor para os seus filhos

A vida de uma franqueada pode ser bem corrida. Como você divide seu tempo entre todas as tarefas do dia a dia? A questão de ter um horário flexível ajuda neste ponto?

Fabiane: Na correria do dia a dia, ser “dona do seu próprio negócio” flexibiliza a mobilidade de acompanhar a rotina dos meus filhos. Por exemplo, essa loucura que estamos vivendo e a necessidade das aulas online, trago as crianças para a clínica, e entre um paciente e outro me envolvo com o aprendizado deles.

Kellin: Posso dizer que me encontrei na Oral Sin.

A flexibilidade para gerir minhas clínicas me ajudou a poder participar mais do dia a dia com minha família. Hoje, consigo até trabalhar de casa.

Maryane: Sou mãe de gêmeos, duas crianças com 5 anos, e desde o nascimento deles consegui conciliar meu tempo para poder me dedicar à clínica e também poder aproveitar ao máximo o tempo com eles!

Dra. Kellin Critiani Morais Baracat, 45 anos, franqueada Oral Sin há 5 anos.

Você teve dificuldades para voltar ao mercado de trabalho após a maternidade?

Fabiane: Ser mãe não é delegar e sim ter coragem para se adaptar a rotina de ser empresária, mãe e mulher. Nunca tive medo da maternidade atrapalhar minha vida profissional, voltei a trabalhar com 15 dias pós-parto e sempre trouxe as crianças comigo, ser franqueada e dona do seu próprio negócio pode te proporcionar uma grande vantagem.

Kellin: Não. Sempre fui dinâmica, trabalhei até o dia de ganhar o bebe, retornei 20 dias após o parto.

Maryane: Voltei muito rápido à rotina da clínica.

Tenho uma equipe sólida que manteve o rendimento operacional e de vendas durante todo meu tempo de licença maternidade e também no processo de retomada, que foi gradual.

Quais características exercidas na maternidade, você acredita serem importantes também no trabalho?

Fabiane: Não consigo separar a Fabiane mãe da Fabiane profissional, pois as características são praticamente as mesmas. Zelo pela minha família, como zelo pela minha clínica.

Kellin: Força, amor pelo que faço, e muita paciência.

Maryane: Disciplina, organização e principalmente muito amor e dedicação

Dra. Fabiane Feijó, 40 anos, franqueada Oral Sin há quase 5 anos.

Se pudesse deixar um conselho para as mães que também desejam empreender, mas ainda estão receosas, o que falaria?

Fabiane: Se você é mãe e tem medo de não conseguir conciliar as duas coisas, saiba que seus filhos irão sentir o maior orgulho da mulher forte e trabalhadora que você se tornou ao administrar e zelar pelo seu próprio negócio.

Kellin: Não tenha medo de investir em você, na carreira que escolheu – e não que lhe foi imposta. O maior exemplo para os seus filhos será exatamente você.

Maryane: Que os filhos são mais um estímulo para nosso próprio crescimento. A participação deles nas nossas vidas, e a possibilidade de verem nossos exemplos, ajudam muito a despertar neles esta vontade de crescer e empreender.