Sorte no trabalho e no amor

Conheça a história de casais que estenderam a parceria do relacionamento, e tomaram a decisão de empreender juntos. Aqui, eles contam desde como surgiu a ideia, até as vantagens e desvantagens de trabalhar junto ao cônjuge. 

1- Como se conheceram e há quanto tempo? 

Bárbara e Gabriel: Nos conhecemos há 13 anos, em uma festa comunitária em Nova Palma-RS, cidade natal da Bárbara. De lá para cá não nos separamos mais, e estamos dia após dia construindo uma vida juntos, sempre um ajudando o outro a ser uma pessoa melhor. 

Casal Bárbara e Gabriel Dala, que recentemente completaram 2 anos de OralSin em Santa Cruz do Sul.

Joyce e Ricardo: Nos conhecemos em 2011, pois éramos vizinhos nesta época (ambos fazíamos faculdade) em Uberaba-MG. Porém, o relacionamento só veio a acontecer em 2017, nesta época eu já residia em Goiânia e ele em Uberaba, por coincidência nos reencontramos através de pessoas em comum e desde então não nos separamos mais. 

Layra e Mateus: Desde o namoro eu, Layra, já contava do meu sonho de voltar pra minha cidade e montar uma clínica pra mim assim que terminasse a especialização e o mestrado. Porém, nem nos melhores sonhos imaginei ter uma Oral Sin, pois até então pra mim era algo totalmente fora da minha realidade.  

Em 10/2016 eu fui trabalhar na Oral Sin de Uberlândia e o Mateus estava terminando a residência em Cirurgia Bucomaxilofacial. Quando Mateus terminou a residência, em 03/2017, também foi trabalhar na O.S. de Uberlândia como cirurgião. Até aí, nossos planos ainda eram casar e ir embora pra minha cidade ou a dele, Catalão, e montar uma clínica pra nós.

Foi quando o Dr. Felipe Rodrigues nos convidou para sermos sócios da Oral Sin Patos de Minas que inaugurou em 11/2017 e embarcamos juntos nesse sonho! Noivamos; casamos e montamos a clínica em um prazo de 7 meses! Tudo muito rápido mas faríamos tudo de novo.   

Rafael e Francielli: Nos conhecemos na própria clínica, há 5 anos.

Raphael e Thaíla: Nos conhecemos na faculdade em 2008. Começamos a namorar em 2010 e casamos em 2016. 

2- Como surgiu a ideia de empreender juntos? 

Bárbara e Gabriel: A Ideia de empreender juntos veio em uma conversa com o Dr. Luiz Felipe Durand, diretor da Oral Sin de Santa Maria, unidade em que a Bárbara trabalhava como Protesista. A clínica de Santa Cruz do Sul precisava de alguém que a assumisse em tempo integral, então topamos o desafio de unir a experiência dela adquirida em 3 anos na unidade de Santa Maria, com o que aprendi na contabilidade e nos 10 anos em que trabalhei em instituição financeira. A partir daí, nos mudamos de “mala e cuia” e hoje podemos ver que foi a melhor escolha que fizemos em nossas vidas! 

Joyce e Ricardo: Eu, Joyce, atuava como cirurgiã dentista na Oral Sin de Uberlândia-MG. Ricardo, apesar de não ser da área (ele tem como formações: farmácia e Engenharia), sempre gostou muito da parte de gestão em saúde, e tínhamos o sonho de construirmos algo juntos. Veio então a proposta do Dr. Felipe, que na ocasião era meu chefe, de abrirmos uma unidade da Oral Sin juntos. Antes do projeto se consolidar eu e Ricardo nos mudamos pra Palmas-TO, e lá passei a atuar como avaliadora na Oral Sin. Logo em seguida, Ricardo assumiu o cargo de vendedor interno da unidade. Trabalhando juntos vimos que tínhamos muita sintonia e que poderíamos ir muito além, isso nos motivou ainda mais a empreender dentro da rede. 

 Joyce Portilho, 29 anos e Ricardo Labek, 32 anos.

Layra e Mateus: Nos conhecemos em Uberlândia – MG, na faculdade em 2010, mas só começamos a namorar em 2014 quando o Mateus já havia se formado, e eu estava no meu último ano. No total, estamos juntos há 7 anos – sendo 3 e meio casados.

Rafael e Francielli: Devido a nossa parceria, e por sermos da mesma área de atuação, vimos que poderia dar certo – um ajudando o outro em áreas diferentes da clínica. Isso foi ótimo, e nos ajudou a expandir com mais facilidade.

Raphael e Thaíla: Sempre tivemos o sonho de ter a própria clínica e poder prestar um atendimento humanizado ao paciente. A Oral Sin veio ao nosso encontro em 2017, através da unidade de Uberlândia-Mg. Em 2019 tivemos a oportunidade de empreender em Araxá. E tem sido muito gratificante. 

Raphael Akegawa e Thaíla

3- Quais são as vantagens e desvantagens de se trabalhar juntos? 

Bárbara e Gabriel: Trabalhar juntos diariamente tem mais vantagens do que se imagina: Não dá tempo nem de sentir saudades, mas brincadeiras à parte, é mais uma oportunidade para conhecer seu parceiro e aprimorar alguns sentimentos. Exercitar o equilíbrio das coisas e separar ambiente pessoal do profissional são realmente os grandes desafios, pois não podemos deixar que o casamento sofra com as pressões do dia a dia. 

Joyce e Ricardo: Para nós, a grande vantagem é termos um propósito em comum, isso nos motiva a buscar sempre o nosso melhor. Nossa sintonia como casal nos beneficiou muito na rotina da gestão, sabemos o limite um do outro e buscamos nos complementar nas ações e áreas de atuação dentro da empresa. Acredito que a desvantagem seja achar o equilíbrio entre vida pessoal e profissional, já que naturalmente dividimos os mesmos problemas e preocupações. O desafio é que um sempre esteja disposto a dar o suporte emocional que o outro precisa, quando por algum motivo estamos fragilizados ou preocupados com algo referente à clínica. 

Layra e Mateus:

Acredito que as vantagens são:  

– Saber que temos um ao outro pra enfrentar qualquer desafio; 

– Falar sobre os mesmos assuntos facilitando que um compreenda a rotina do outro; 

– Ter a mesma realidade profissional/financeira; 

– Sentir que somos mais fortes por estarmos buscando os mesmos ideais e sonhos.  

Desvantagens:  

– Divergências de opiniões em determinadas situações, exigindo alta flexibilidade de ambas as partes. (Mateus é muito teimoso e eu sou muito mandona).  

– Cuidar para não levar os problemas da clínica pra casa.  

Porém, quase sempre conseguimos chegar a um consenso e os dois ficam satisfeitos.  

Acredito que termos os mesmos princípios, valores e condutas facilita muito a tomada de decisões evitando grandes conflitos, além de respeitarmos muito a autoridade um do outro dentro da clínica.  

Layra Rezende, 30 anos e Mateus Alves – 32 anos

Rafael e Francielli:

Vantagens:   

Dividir responsabilidades, conhecimento, tempo, problemas, o diálogo fica mais fácil.

Desvantagem: 

Muito tempo juntos, algumas vezes acabamos trazendo problemas profissionais para casa e algumas divergências de opinião.   

Raphael e Thaíla: Sempre trabalhamos juntos, desde o período da faculdade, onde éramos parceiros de clínica. Sei que muitos casais têm dificuldade em trabalhar juntos, mas eu não me enxergo trabalhando sem a Dra Thaíla. 

4- O que um mais admira no outro? 

Gabriel: Eu admiro na Bárbara sua capacidade de liderança e o seu esforço contínuo, sempre prezando pela qualidade nos tratamentos prestados. 

Além de ser muito detalhista, eu me apaixonei por ela por ser uma  mulher guerreira, companheira, linda e querida. Cada dia mais tenho a certeza que escolhi a pessoa certa para me completar. 

Bárbara: O Gabriel sempre me surpreende com sua habilidade de se reinventar frente às dificuldades, e achar uma solução para cada contratempo que possa surgir. Sua boa energia que contagia a todos acabou conquistando meu coração! Não me vejo mais nem um dia da minha vida sem sua inquietação, que anima e traz paz ao mesmo tempo! Quem o conhece sabe como é ligado nos 220v. 

Joyce: Admiro no Ricardo a capacidade que tem de se manter positivo e otimista diante de qualquer situação, isso me ajuda a enxergar a vida com mais leveza. 

Layra e Mateus: Além de ser tecnicamente um exímio cirurgião, admirando-o como colega de profissão, o que mais admiro em meu marido é acima de tudo o caráter, a determinação, o comprometimento dele com tudo, a sabedoria para resolver os problemas e o modo como ele trata as pessoas (pacientes/funcionários), sempre com educação e respeito.  

Me sinto muito abençoada por ter um marido e sócio muito especial!

Rafael: A proatividade, perseverança, determinação, amor com tudo que faz. Enfim, uma pessoa fantástica. 

Rafael Palma Geraldo e Francielli

Raphael: O que mais me admira na Dra Thaíla é a determinação para fazer tudo acontecer. Ela é uma mulher muito comprometida em tudo que faz!!